domingo, 16 de junho de 2013

Marketing direto

Marketing direto é um sistema interativo de marketing que usa uma ou mais mídias de propaganda para obter uma resposta mensurável e/ou uma transação em qualquer localização.
O marketing direto é uma das mais emergentes ferramentas de marketing que surgiram com a nova economia, consistindo em contactos diretos que ocorrem individualmente entre a empresa e um cliente (ou grupo de clientes com necessidades idênticas). O Marketing Direto, deve ser utilizado para conseguir uma relação personalizada com os clientes, de forma a conhecê-los o suficiente para poder oferecer a cada categoria os bens e serviços mais adequados. Esta ferramenta é fundamental na fidelização dos clientes, contribuindo para a maximização da receita média por cliente. As ações desenvolvidas neste âmbito visam a satisfação das necessidades do consumidor, constituindo a base para a criação de uma relação duradoura, na conquista da sua confiança e lealdade à marca. O Marketing Direto vem dar resposta a uma necessidade crescente das empresas em satisfazerem as necessidades de clientes cada vez mais informados e mais exigentes.
Tradicionalmente, utiliza-se a expressão "marketing direto" para atividades mais ligadas às ações de vendas ou captação. E a expressão "marketing relacional" para ações mais ligadas aos programas de relacionamento ou fidelização. Na realidade, todas estas expressões estão intrinsecamente ligadas ao marketing direto ou marketing 1a1.
Os principais objectivos do marketing direto são:
  • Pesquisa mercado;
  • Identificação de clientes potenciais;
  • Conquistar novos clientes;
  • Fidelização de clientes;
  • Divulgação da marca e dos seus produtos ao público alvo definido;
  • Rentabilização da Força de Vendas
  • Obtenção de resultados mensuráveis;
  • Maximização do lucro.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Público Alvo

Toda a empresa tem que definir seu público alvo, escolher para quem ela quer vender, e saber o que esse público quer. Desenvolver produto para esse público, o produto tem que ser do jeito, na quantidade, no preço e no local mais adequado a esse público.

Hoje se engana quem acha que definimos o público alvo com base na idade, classe social, etc. O modo mais correto de se definir o público alvo é pelo perfil, como por exemplo, uma loja de materiais esportivos. Não é só para os jovens que praticam esportes, e sim para todos aqueles que praticam algum tipo de esporte, não importa a idade, classe social, e nem o tempo que pratica, pouco importa se joga futebol todos os dias ou se é o famoso “peladeiro” de final de semana, por exemplo. A loja tem o seu público alvo, que são aqueles que praticam qualquer tipo de atividade física, com isso a loja consegue dar o atendimento mais especializado ao público. 


Se a empresa estiver sempre ligada no seu público alvo, com certeza a chance dela se sobressair das demais de maneira positiva é muito grande.

terça-feira, 11 de junho de 2013

Propaganda Dove Man+Care

Além de ser muito engraçada e criativa, a propaganda da Dove Man+Care, usa de um plano de marketing mais agressivo para atingir seu público alvo, no caso, os homens. A Propaganda com veiculação apenas na internet, foi baseada em um estudo feito pela marca, na qual, mostrou que os homens usam o shampoo que sua mãe, irmã ou esposa compram. 
O tema: “Shampoo Feminino não foi feito para você, Dove Men Care foi!!!” , atingem diretamente o ego masculino, com isso, a Dove apresenta uma solução realmente efetiva para suas necessidades, conquistando, assim, seu público alvo.


 

Simplesmente Marketing

Neymar embarca com quatro patrocinadores no
casaco.
Neymar fez o Santos F.C elevar sua receita em 168% e patrocínio em 438%, em um balanço feito, o custo do departamento de futebol cresceu 63% de 2010 a 2011, o gerente de marketing do Santos até defendeu dizendo: 'Saldo é acima da média'.

Visual: cabelo moicano. Lema de vida: "ousadia e alegria". Gíria: "é toiss". Se os tópicos fossem dicas de um jogo, não seria muito difícil identificar o personagem em questão. Neymar virou mais do que um jogador de futebol. A marca construída pelo - e para - o atleta transcendeu as quatro linhas. E o Santos, nas palavras do gerente de marketing Armênio Neto, está surfando nessa onda. Desde que o jovem de 20 anos estreou pelo time, em 2009, o Peixe teve um aumento de receita de 168%, chegando a R$ 189,1 milhões, e conquistou cinco dos 12 títulos que disputou. Fora isso, de 2010 a 2012, o acréscimo em valor de patrocínio foi de 438%, alcançando R$ 35 milhões.

Quando o presidente do clube, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, anunciou a renovação do contrato de Neymar até o fim da Copa do Mundo de 2014, algumas diretorias do clube já haviam sido consultadas, mas uma teve um peso especial. A de marketing.

- Pensamos o seguinte: vender o Neymar naquele momento significava alguns milhões de euros que não iam mudar a nossa história, ampliar o número de títulos. Ao passo que ter o atleta conosco poderia ajudar a fazer isso. No final, a conta foi muito simples, e o saldo é acima da média - disse o gerente de marketing, Armênio Neto.


Neymar é atleta com maior potencial de marketing no mundo, diz revista.

Para quem ainda tinha dúvida de que Neymar é uma estrela mundial, a revista inglesa SportsPro, especialista em negócios do esporte, coloca o santista no topo de seu já tradicional ranking dos atletas com maior potencial de marketing do mundo. O atacante deixa para trás o norte-irlandês Rory McIlroy, líder do ranking mundial de golfe, e o argentino Lionel Messi, eleito pela FIFA o maior jogador do planeta dos últimos três anos. Neymar sucede o velocista jamaicano Usain Bolt, que liderou o ranking no ano de 2011 e aparece em quarto na lista do ano de 2012.

O bom momento da economia brasileira pesou na escolha. Para David Cushnan, editor da SportsPro, Neymar é, numa tradução livre, "a aposta certeira: jovem, talentoso e com uma Olimpíada e uma Copa do Mundo em casa no horizonte. Ele já é uma superestrela no Brasil, uma das economias mais robustas do mundo e um vasto mercado em crescimento".

- Se você é uma marca procurando causar impacto no Brasil, Neymar certamente seria o atleta a ser escolhido. Ele é o garoto do pôster do Brasil nesta década esportiva - disse Cushnan.

Neymar já tem contrato de patrocínio com 11 empresas: Ambev (Guaraná Antarctica), Banco Santander, Claro, Heliar, Lupo, Nike, Panasonic, Red Bull, Tenys Pé Baruel, Unilever e Volkswagen.

Fonte: Globoesporte.com

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Marketing Multinível: Funciona ou Não?

Como muitos já sabem, o Marketing Multinível é aquela famosa propaganda “boca a boca”, que desde muitos tempos, sendo remuneradas ou não, é a mais usada, seja pelo empresário, pela secretaria, pela dona de casa, pela diarista, pelo motorista, seja por quem for, a indicação muitas vezes pode ter mais crédito e retorno do que outros tipos de publicidades. Por isso,  muitas empresas ao invés de gastar milhões em campanhas publicitárias tradicionais, preferem investir em bônus para os seus distribuidores independentes.




Mas ainda existe a dúvida, Marketing Multinível funciona mesmo?

Eu trouxe como exemplo, uma empresa dentre várias que utiliza essa estratégia, que tem crescido e sido bem vista na sociedade. A Polishop, que desde que adotou e investiu nessa estratégia, tem crescido e expandido os seus negócios. A Polishop adota isso como uma estratégia de marketing de vendas, e cita que assim como: Casas Bahia, Magazine Luiza, Ponto Frio, Ricardo Eletro, Lojas Americanas e etc, abrem filiais de lojas físicas em todo o país e montam grandes redes, a Polishop abre filiais através de pessoas, onde cada empreendedor está autorizado a representar a marca Polishop e comercializar os seus produtos. A empresa afirma que o empreendedor não precisa deixar seu emprego atual, e nem deixar de fazer as suas atividades rotineiras, pode trabalhar nas horas vagas ou a hora que melhor lhe convier, por isso ele é nomeado de Empreendedor Independente, ou seja, administra o seu negócio da maneira que achar melhor.
Outra empresa que utiliza essa estratégia e muito bem, é a Herbalife, empresa de venda direta que comercializa produtos de Nutrição, controle de peso e cuidados pessoais, por meio de aproximadamente 2.1 milhões de distribuidores independentes, atuando em 73 países.


“(...) como em qualquer outro ramo de atividade, há boas e más empresas de marketing Multinível, bem como há bons e maus distribuidores.”
Dr. Lair Ribeiro, no Livro: Uma Venda Não Ocorre Por Acaso.




Fontes:

Tipos de E-Commerce

O que é e-Commerce?

 
Comércio eletrônico ou e-Commerce é um conceito aplicável a qualquer tipo de negócio ou transação comercial que implique a transferência de informação através da Internet. Onde abrange diferentes tipos de negócios, desde sites destinados a consumidores, a sites de leilões, passando por comércio de bens e serviços entre organizações.
E-commerce é atualmente um dos mais importantes fenômenos da Internet em crescimento, permite que os consumidores façam transações sobre bens e serviços eletronicamente sem barreiras de tempo ou distância. O comércio eletrônico expandiu-se rapidamente nos últimos anos e acredita-se que continue a expandir com a mesma taxa de crescimento ou mesmo que haja uma aceleração do crescimento.

 
Tipos de E-Commerce
 
Business to Business (B2B): É a relação de negócios entre as empresas. Não existe a interação com o cliente, sendo ele pessoa física, ou seja, é a venda por atacado, entre fabricantes e lojas.
Business to Consumer (B2C): É a relação entre a organização e o cliente, ou seja, empresas onlines vendendo seus produtos a clientes.
Consumer to Consumer (C2C): É a negociação realizada entre duas pessoas físicas.
Peer to Peer (P2P): Geralmente são pessoas que compartilham documentos em lojas digitais, sem que haja necessidade de um intermediador. Para que isso ocorra, ambas as pessoas devem ter o software que permita a busca do arquivo e a transferência.
F commerce: com o objetivo de envolver usuários do facebook com produtos ofertados pelas empresas, que se iniciou. F-commerce- É a mais recente tendência do mercado e é realizado dentro do próprio facebook. As empresas utilizam o Social Plugs oferecidos pelo facebook, para divulgar seus produtos e aumentar suas vendas.
S commerce: Tipo de comércio que envolve o relacionamento entre pessoas. As redes sociais têm grande influência sobre as compras, pois através delas ocorre a divulgação de vários tipos de produtos, consequentemente comentários de usuários dos mesmos. É possível observar a grande vantagem desse tipo de E-commerce, como: a redução de riscos, soluções em comum, troca de experiências e muitos outros.
M commerce ou Mobile: commerce: são realizações de compras e vendas através de envio de rede sem fio ou dispositivos móveis, como smartphones e tablets.
 

 


Fonte:
www.gestordeconteudos.com
www.webgenium.com.br
Google: imagens.

domingo, 26 de maio de 2013

Achei muito interessante essa campanha da Sky, nela os clientes se interagem via Twitter com o perfil oficial da Sky onde é postado uma programação específica do canal, quando o cliente retweeta automaticamente o seu aparelho inicia a gravação do programa no qual o cliente se interessou. 






sexta-feira, 24 de maio de 2013

Varejo na WEB

Já faz algum tempo que nós estamos cada dia mais presos a uma rotina completamente maluca, onde fazemos o possível e o impossível para conseguir conciliar vida acadêmica, profissional, familiar e social nas 24 horas do nosso dia, o que muitas vezes nos faz pensar o quanto seria bom se um dia tivesse 36 horas.
A partir da análise deste novo estilo de vida do homem do século XXI as grandes e pequenas empresas “sacaram” que nós buscamos formas de consumo que não exijam uma visita até sua loja, pois muitas vezes não possuímos tempo o suficiente para fazer tudo o que precisamos inclusive Consumir. Logo as empresas agregaram isso a um elemento importantíssimo do MIX de Marketing: Praça que possui como uma de suas características a conveniência que o consumidor deseja para adquirir um produto ou serviço; observou-se que nós passamos cada dia mais tempo conectados a WEB com isso surgiu o E commerce que nos permite comprar com apenas um clique.




quarta-feira, 22 de maio de 2013

Marketing Multinível X Pirâmide Financeira

O que é Marketing Multinível?


"Trata-se de uma estratégia empresarial de distribuição de bens e serviços, onde a divulgação dos produtos se dá pela indicação “boca a boca” feita por distribuidores independentes. Por esse trabalho, tais distribuidores recebem bônus, que seriam utilizados nas milionárias campanhas de propaganda tradicional. Além da indicação dos produtos, os distribuidores poderão indicar outros distribuidores e, assim, construir uma organização de escoamento de produtos com possibilidades de ganhos ilimitados."

O que é Pirâmide Financeira? 



"É um modelo comercial não sustentável, caracterizado como fraude e muitas vezes mascarado sob o sistema de 'marketing multinível'. O esquema envolve a troca de dinheiro pelo recrutamento de outras pessoas ou, por exemplo, por postagens diárias de anúncios publicitários da empresa na internet, sem qualquer produto ou serviço a ser entregue."





...
 “Dinheiro fácil não existe”. Acredito que esta frase deixa bem claro que a situação de você ser diariamente bombardeado com emails, mensagens via celular, mensagens em site do tipo "dinheiro fácil, clique aqui", "ganhe dinheiro sem sair de casa" entre outros jargões usados, acabam confundindo muito as pessoas na diferenciação de Marketing Multinível e Pirâmide Financeira. 
O fato é que as pessoas estão se deixando levar pela ilusão de que ficarão ricos em 30 dias ou em até 6 meses, e quando passam seus 3 meses, começam a entender que entraram em uma "fria", que não é bem assim como foi informado ao se cadastrar. Hoje em dia, não basta a empresa ter um produto para saber se é Pirâmide ou não, temos que analisar o que é a empresa a fundo, toda estrutura, parar e pensar se o multinível oferecido a você parasse de ter novos afiliados, ela conseguiria se sustentar somente com as vendas dos produtos. A empresa tem que ser auto sustentável, ter produtos diferenciados, de alto giro, valor acessível e nunca oferecer dinheiro fácil e sim com muito trabalho, na vida nada é fácil!



Fica a dica como leitura: 



Entenda o que é pirâmide financeira e relembre casos famosos - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-de-investimento/noticia/2702775/entenda-que-piramide-financeira-relembre-casos-famosos
Entenda o que é pirâmide financeira e relembre casos famosos - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-de-investimento/noticia/2702775/entenda-que-piramide-financeira-relembre-casos-famosos
Entenda o que é pirâmide financeira e relembre casos famosos - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-de-investimento/noticia/2702775/entenda-que-piramide-financeira-relembre-casos-famosos
Entenda o que é pirâmide financeira e relembre casos famosos - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-de-investimento/noticia/2702775/entenda-que-piramide-financeira-relembre-casos-famosos
Entenda o que é pirâmide financeira e relembre casos famosos - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-de-investimento/noticia/2702775/entenda-que-piramide-financeira-relembre-casos-famosos
Entenda o que é pirâmide financeira e relembre casos famosos - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-de-investimento/noticia/2702775/entenda-que-piramide-financeira-relembre-casos-famosos
Entenda o que é pirâmide financeira e relembre casos famosos - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-de-investimento/noticia/2702775/entenda-que-piramide-financeira-relembre-casos-famosos

Merchandising ultrapassando as telas do Cinema/TV

Atores usando tênis Nike, computadores da Apple, câmeras Canon, celulares Nokia e Sony entre outras coisas, são formas muito comum de Merchandising vertical usado no Cinema/TV, algo que sempre ficou nas telas hoje já é algo além, a Heinekein transformou em uma grande Mega campanha publicitária ao lançar oficialmente Crack The Case, uma campanha interativa que integra televisão, impresso e digital em torno do filme Skyfall-007. Na trama, James Bond (Daniel Craig) e Sévérine (a nova Bond girl Bérénice Marlohe) estão em um trem na Sibéria.



A experiência imersiva, em forma de game no Facebook, convida o usuário a dizer seu nome, gênero e até dá a opção de fazer o upload de uma foto (ou continuar com uma identidade secreta). Em seguida, a Bond girl irá passar duas missões, que são relativamente simples e envolvem a maleta de James Bond. O jogo é todo em primeira pessoa e totalmente interativo.
Nesse momento dá a impressão de que o filme é citado como uma propaganda dentro de um filme da Heinekein.

http://www.youtube.com/watch?v=7247HbxcZTw










Merchandising no cinema: Dodge.

(Dominic Toretto)
A marca Dodge está presente em todos os filmes da famosa série Velozes e Furiosos.
O diretor do filme não abre mão disso porque, que dirige esse carro é o ator principal(Vin Diesel) e essa é uma marca de carro muito bem vista no mercado!
Esse carro está nos telões desde o primeiro filme e tem apelido de "Demônio", as pessoas próximas do ator principal. 
O filme foca muito nesse carro desde o primeiro filme, ele é sempre tido como o mais rápido, e o que traz mais perigo para quem dirige ele.

(O carro citado no texto como capa do filme)
Fabricante de automóveis Dodge colaborou com o estúdio Universal no marketing do filme, fornecendo vários carros, para serem usado, pelos protagonistas, em cenas perseguição que acontecem durante toda a ação. "A marca Dodge está orgulhosa da parceria com a Universal Pictures no filme ‘Velozes e Furiosos 5′. Nós gostamos de fazer parte do processo de produção do filme e de trabalhar com o elenco e com a equipe de filmagem", disse Ralph Gilles, CEO responsável pela marca Dodge no Chrysler Group LLC. A marca também patrocinou a pré-estreia do filme no Brasil que foi transmitida do Rio de Janeiro para 10 outras cidades no mundo.(Trecho tirado do site Wikipédia)

sábado, 18 de maio de 2013

Merchandising no Cinema: Filme Náufrago

O consumidor compra seu ingresso para assistir um filme e ao chegar lá se depara com um bombardeio de publicidades. Inicialmente os trailers trazem alguns patrocinadores ou até mesmo comerciais de marcas de aparelhos celulares, produtos ou serviços.  Ao iniciar o filme, muitas vezes notam-se cenas em que atores utilizam um carro onde muito se valoriza a marca, dando um close na logomarca, atores saindo de supermercados ou bancos, bebidas, cigarros, aparelhos celulares utilizados em cena fortalecem a imagem daquela marca ao ser exibida por um grande ator. Algumas vezes essas inserções são pagas, outras não. Mas o que importa é que de alguma forma estão nos transmitindo a mensagem que aquela marca gostaria de passar.

Um exemplo bem interessante para entender melhor o merchandising no cinema, é o filme: Náufrago (2000), com o ator Tom Hanks.
O personagem atuado por Tom Hanks é um executivo que trabalha em uma grande empresa, a Fedex . Em meio às festas de fim de ano, o avião da Fedex sofre um acidente e Chuck Noland, personagem de Tom Hanks é o único sobrevivente. Com o passar do tempo os pacotes que seriam entregues pela Fedex chegam até a praia, dentro de um há uma bola de vôlei, que se torna seu único companheiro na ilha. Inicia-se a partir daí mais uma atuação do merchandising no filme. A bola, da marca Wilson, se torna o personagem secundário do filme. É o recurso encontrado por ele para não perder a sanidade. Propositalmente o nome do seu companheiro é Wilson, marca da bola.

 Assim, além do filme passar uma mensagem, agrega na mente do consumidor, produtos ou empresas que impulsionam a compra.
A ferramenta é bem utilizada e aceita, pois além de ser um ótimo canal de veiculação para os anunciantes, que de acordo com o gênero do filme podem segmentar o seu mercado receptor das mensagens, para os produtores do filme é um auxilio na produção do filme. A possibilidade de ter o produto vinculado a um grande ator, ou filme de sucesso geralmente tem um preço bem elevado.
Vimos o merchandising no cinema, no entanto hoje podemos notar claramente em novelas brasileiras que muitas vezes apresentam algumas marcas durante seu enredo. Carros, bancos, telefones celulares, produtos de beleza e vários outros produtos são inseridos, muitas vezes de maneira forçada à cena de uma novela.



Você sabia?

Em 2000, a WILSON ganhou ainda mais visibilidade mundial, quando uma bola de vôlei da marca se tornou a melhor companheira do ator Tom Hanks no filme Náufrago , que interpretava um personagem perdido numa ilha deserta após um naufrágio. A Associação Broadcast Film Critics criou um prêmio exclusivo para WILSON, nomeado “O melhor objeto inanimado em um filme”. (http://mundodasmarcas.blogspot.com.br)


PUBLICIDADE NO CINEMA



Fontes: 



sexta-feira, 17 de maio de 2013


Marketing multimídia 



Jogos Sociais, ou Social Games, são  um mercado promissor e  econômico para o investimento das empresas em publicidade e marketing para suas marcas.
As ações feitas pelo marketing de engajamento atraem e interagem com os usuários do Facebook, jogos sociais e apps móveis com vídeos e anúncios interativos, tudo iniciado pelo usuário. Já no de desempenho, os usuários ganham moedas virtuais para os jogos efetuando a compra de produtos, completando pesquisas, cadastrando serviços e baixando conteúdo.
Os resultados têm sido positivos. E grandes empresas, já realizam esse tipo de ação no mercado. 





Fonte:
http://www.adnews.com.br/internet/exa-multimidia-lanca-ferramentas-para-ad-games

E-commerce

Se você já tem uma loja e quer expandir o seu negocio, o E-commerce é uma boa!
A procura por este tipo de mercado esta crescendo a cada dia mais e acredito eu que não só pela facilidade de acesso a internet, mas também pela praticidade e conforto de se comprar em casa sem vendedores e burocracias que as vezes a loja lhe oferecem.
Veja mais sobre como criar um e-commerce no site http://www.sejaonline.com.br

segunda-feira, 13 de maio de 2013

SEGURANÇA NOS PAGAMENTOS ON-LINE


Primeiramente, queria desejar uma boa noite a todos meus companheiros de sala, e uma boa noite especial ao meu querido professor Leonardo Lepre, boa noite profi!

Bom o tema que escolhi foi o E-COMMERCE.
Como a maioria já sabe, o e-commerce, que em português significa comércio eletrônico, é uma forma de comércio que efetua suas transações por meio de aparelhos eletrônicos como: computadores, celulares, tablets, entre outros. 

Justamente por essas transações serem feitas pela rede, muitos de nós ainda temos dúvidas sobre a questão da segurança desse tipo de serviço.

Pensando nisso, vou fazer aqui um breve comentário sobre o PagSeguro, que é um serviço oferecido pela UOL, onde eles priorizam a segurança nas transações, sendo assim, temos proteções que não teríamos utilizando outras formas de pagamentos on-line.

Vou explicar um pouco como funciona...

Pagamento Seguro
Você tem 14 dias para bloquear o pagamento caso o produto não seja entregue, ou não esteja de acordo com o combinado. 

Proteja seus dados financeiros
Compre sem informar o número do seu cartão de crédito para as lojas.

Pague como quiser!
Utilize o meio de pagamento de sua preferência e ainda parcele suas compras no cartão em até 18x. 

Facilidade e rapidez em suas compras
Com uma conta PagSeguro, você compra apenas com seu e-mail e senha.

Compre em milhares de lojas sem preocupações.

É grátis!
Você não precisa pagar nenhuma taxa para comprar com PagSeguro

Lembrando, que não são todas as lojas e vendedores que tem parceria com o PagSeguro, então é sempre bom dar uma pesquisada antes, de preferência sempre pesquisar sobre a loja, sobre o vendedor que está comprando, isso não só no E-COMMERCE, mas nas lojas físicas também, que são as mais tradicionais.

Espero que tenham gostado, e que eu não tenha fugido do assunto. 

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Merchandising no Cinema.


No cinema americano, a prática remonta a 1925, quando "Wings"- o primeiro a receber o Oscar de melhor filme - levou ao cinema cenas com o chocolate Hershey 's.  O Merchandising em filmes, séries e novelas hoje em dia não é nenhuma novidade, mas há alguns temas que caem como uma luva na estratégia de fabricantes de carros. 

A franquia “Homem de Ferro”, da Marvel, é uma delas. A Audi aproveitou a imagem de alta tecnologia do primeiro filme para mostrar seu principal esportivo, o R8, como um dos carros de Tony Stark, o multimilionário criador do super-herói. E agora, no terceiro episódio do blockbuster, divulga o R8 V10 Plus, versão mais leve e veloz do modelo.

Um exemplar do R8 Plus está exposto no Shopping Iguatemi, em São Paulo, desde terça-feira, 23, quando aconteceu a pré-estreia do filme no Brasil :



Para quem ainda não assistiu o Filme "Homem de Ferro 3", este é um comercial da Audi mostrando o novo modelo do R8, o R8 v10 plus.









Fonte :

http://www.espm.br/rjclipping/2012/setembro/50801.pdf 
http://carros.ig.com.br/noticias/homem+de+ferro+3+chega+ao+brasil+a+bordo+do+audi+r8+v10+plus/6105.html
http://www.youtube.com/watch?v=e0gvqLZIQss





quinta-feira, 9 de maio de 2013

O que é E-commerce?



Por definição, o e-commerce significa a compra ou venda de bens e serviços através da internet. De acordo com o Pew Internet & American Life Project, 66 % dos adultos já comprou alguma coisa online através da Internet, seja livros, sapatos ou uma viagem.

Nos últimos 12 anos, a Internet mudou a forma de comprar e vender bens e serviços. Você se lembra de como comprávamos livros antes da Internet? E tênis? Com o comércio eletrônico, hoje você pesquisa, escolhe, específica características, modelo, tamanho, cor e a forma de pagamento. Depois, recebe, dentro de um prazo determinado, o produto ou serviço diretamente em sua casa.

A vantagem do e-commerce é que ele não necessita de espaço físico, diminuindo os custos. Além disso, estão abertas 24 horas por dia e oferecem serviços personalizados de acordo com o perfil do consumidor. Enquanto os consumidores vão, aos poucos, sentindo-se seguros com as compras on-line, as empresas investem em segurança e ampliam a oferta e a qualidade dos produtos e serviços. Nesse processo, acontece uma evolução, e novos hábitos vão, aos poucos, fazendo parte da vida de milhares de pessoas.


segunda-feira, 6 de maio de 2013

Você já ouviu falar em Marketing Multinível?


O marketing multinível (MMN), ou marketing de rede é um sistema de distribuição ou forma de marketing que movimenta bens ou serviços do fabricante para o consumidor por meio de uma rede de distribuidores independentes. O marketing multinível ocorre quando os próprios consumidores indicam outros consumidores ganhando algo por isso.

Em meados de 1940 o químico americano Carl Rhenborg estava insatisfeito com o sistema de distribuição atual, onde o distribuidor ganhava somente aquilo que vendia. Então ele pensou no conceito de rede, ou seja, quem nunca indicou um restaurante ou uma lanchonete, mas o que o restaurante ou a lanchonete lhe pagaram por isso? Nada. Exatamente aí que estava o erro segundo Rhenborg. Então resolveu criar um sistema diferente, um sistema de bonificação onde o revendedor ganharia um percentual sobre o que outros distribuidores que ele trouxe para a companhia vendessem.

Deixo este breve vídeo com depoimentos sobre a indústria do marketing multinível:


Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Marketing_multin%C3%ADvel

http://jrobin.hubpages.com/hub/The-good-and-the-bad-about-Network-Marketing

http://www.economist.com/news/business/21569051-herbalife-shorted-bottom-line

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Y2PD9Y2CThU

sábado, 4 de maio de 2013

Merchandising no Cinema

O merchandising, para quem MERCHANDISING MERCHANDISING sabe, é qualquer tipo de marketing que vende por si só sem utilizar um vendedor.
Há muitos anos o mundo se foca unicamente no consumo do cidadão. A mídia está se acostumando a “empurrar” mercadorias em nossa direção, nos estimulando a comprar e comprar. Desde que existe o ato de consumir, existe a propaganda. Pretendo mostrar aqui como esse merchandising tomou lugar no cinema ao longo das décadas. 
Na maioria das vezes, o consumidor compra seu ingresso para assistir um filme, ao chegar lá se depara com um bombardeio de publicidades. Inicialmente os trailers trazem alguns patrocinadores ou até mesmo comerciais de marcas de aparelhos celulares, produtos ou serviços. Ao iniciar o filme, muitas vezes notam-se cenas em que atores utilizam um carro onde muito se valoriza a marca, dando um close na logomarca. Atores saindo de supermercados ou bancos. Bebidas, cigarros, aparelhos celulares utilizados em cena, fortalecem a imagem daquela marca ao ser exibida por um grande ator. Algumas vezes essas inserções são pagas, outras não. Mas o que importa é que de alguma forma estão nos transmitindo à mensagem que aquela marca gostaria de passar.


Anúncio que associa os relógios Omega a James Bond no filme 007: um novo dia para morrer. (KOTLER, Philip, 2006, P. 576) A ação teve sucesso e inclusive foi nomeado com um trocadilho, um novo dia para comprar. Com a onda das mensagens transmitidas via filmes alguns executivos de Hollywood e políticos criaram o Comitê de Americanização para valorizar o sentimento patriota em filmes para a população. Dessa forma, patrocinando a produção de filmes na época, o merchandising surgiu. As mensagens ora transmitidas, justas ou não, eram assimiladas pela população, abaladas pela situação que estavam vivendo. Não só produtos e serviços são transmitidos dessa forma ao telespectador, mas muitas vezes mensagens e conceitos também atingem a sociedade dessa forma.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

A importância de um plano de marketing para as empresas:

(Fonte: Google Imagens)

Para Cobra (1990), o plano de marketing é uma ferramenta estratégica que identifica as oportunidades mais promissoras no negócio para a empresa e mostra como se inserir com sucesso, obter e manter as posições desejadas nos mercados identificados.
Desenvolver um plano de marketing é uma das ações mais importantes que você pode fazer para garantir que sua empresa gere lucros.  O plano de marketing pode auxiliar a revelar as limitações e vantagens que uma empresa possui, sendo que também pode ser utilizado para roteiro de atividades. Quando usado como roteiro, o plano de marketing oferece às equipes de marketing, objetivos e metas para serem atingidos e apresenta os caminhos para alcançá-los. Pode ser aplicado para sistematizar as atividades dos diversos departamentos da empresa, fazendo com que eles passem a agir de forma colegiada.
Benefícios do plano:

  • ·         Estimula a otimização dos recursos da empresa.
  • ·         Estabelece responsabilidades e planeja tarefas.
  • ·         Coordena e unifica esforços.
  • ·         Facilita o controle e a avaliação de resultados e todas as atividades.
  • ·         Cria consciência de que existem obstáculos a serem superados.











quinta-feira, 2 de maio de 2013

Marketing Digital



Muito tem se falado sobre marketing digital, virtual, viral, etc. Mas, inúmeras vezes, as empresas simplesmente querem promover seus produtos e serviços online o mais rápido possível e acabam pulando etapas importantes. Como consequência, vêem suas marcas completamente expostas. A utilização da internet como canal para aumento de receita, deve começar muito antes de campanhas e promoções. O levantamento de informações disponíveis e relevantes para a empresa é o primeiro passo a ser dado para que decisões gerenciais sejam corretamente tomadas. E, no amplo estudo do marketing, este processo é chamado de S.I.M.                                                                                                                  
De acordo com Kotler, Sistema de informações de marketing (S.I.M.) é uma "estrutura contínua e interagente de pessoas, equipamentos e processos, que congregam, classificam, analisam, avaliam e distribuem as informações convenientes, oportunas e corretas para uso dos responsáveis pelas decisões de marketing, para incrementar o planejamento, a implementação e o controle de marketing."

Para se diferenciar da concorrência hoje, é necessário um conhecimento profundo de seu mercado. Saber o que os consumidores desejam (antes mesmo deles tomarem consciência do seu próprio desejo). Nesse estudo, a internet possibilita a melhor compreensão da linha de pensamento dos consumidores. A internet está, de fato, impactando o S.I.M. e trazendo uma velocidade sem precedentes à informação. Consequentemente, as decisões gerenciais assumem o mesmo ritmo. Para usufruir da era virtual, é vital ter iniciativas focadas em segmentação, relevância e mensuração.








A web transformou a relação entre os consumidores e empresas: sua dimensão e a velocidade de disseminação de idéias são imensuráveis e sem fronteiras – um mundo de produtos e serviços com entrada livre, bastando apenas o acesso ao ambiente virtual. Na web, os consumidores têm o poder e a força de falar bem ou não de um produto, sendo muitas vezes os maiores responsáveis pelo sucesso ou insucesso de uma marca.

O volume de informações disponível é ilimitado, de diversas origens, com praticidade e sem filtro, pois a internet é uma democratização de conteúdos e autores sem custo. No mundo da moda, por exemplo, enquanto ocorre um desfile em Paris, o internauta já sabe quais são as tendências da estação atual e da próxima, não precisando esperar pelas revistas nas bancas, com filtro do editor de moda.

Hoje em dia, esse é um assunto presente na pauta dos executivos do mundo todo. O “novo”, ou talvez “mutante” consumidor atual, que tem acesso a toda e qualquer informação disponível, é extremamente digital e vem desafiando as empresas. 

Fonte: Vera Muller - Marketing Viewer
            Gabriela Otto

quarta-feira, 1 de maio de 2013

A importância da evolução do mercado



O mercado está em grande movimento, é o exemplo do cartão de credito, que antes pouquíssimas pessoas possuíam, mas esse número mudou que variou de diversos fatores; desses fatores é para financiar um carro, ou porque não tem dinheiro suficiente para pagar o valor total de uma vez só, ou seja, são todas as situações cotidiana que geram a necessidade do credito. No passado, isso não era tão comum, o acesso ao crédito era limitado e sempre concentrado nas classes mais altas. A liberação foi muito importante para o Brasil melhorar, a tendência é que este cenário permaneça. A penetração de crédito na economia hoje é de 50% no PIB, e esse número ainda está baixo se comparado a economia desenvolvida ou até mesmo a países emergentes, que se vale a nós em termos de renda percapita, ainda a um espaço para crescimento.
        
                                                                                   


Então, as empresas devem ficar atentas para que não caia, ou seja, "para ser um toureiro, você deve primeiro aprender a ser touro", isso quer dizer que a empresa deve ficar atenta ao mercado, pois ele está em movimento. A economia global está atravessando uma mudança radical na natureza do trabalho, com profundas consequências para o futuro da sociedade. Na era industrial, trabalho humano massificado coexistia com a máquina para produzir bens e serviços básicos, já na era do acesso a máquinas inteligentes na formas de programas de computador, substituíram rapidamente a mão de obra humana na área da agricultura, manufaturas, etc., teve mudança total, e vai continuar mudando.